News

Mudei para Espanha: como conseguir acompanhar meu dispositivo cardíaco?

Mudar para outra cidade ou de país leva consigo mais que as preocupações afins a todos que vivem esta situação. Para usuários de dispositivos médicos como marca-passo, de cardiodesfibriladores implantáveis, entre outros, fica a pergunta: como encontrar assistência à saúde, e realizar o controle do meu dispositivo médico?

Quem nos ajuda a entender melhor sobre os procedimentos na Estanha é o Dr. Arsonval Lamounier Junior, médico cardiologista geneticista brasileiro, que reside no país.

De acordo com o Dr. Arsonval, o trâmite na Espanha obedece a lógica territorial de atenção a saúde, a porta de entrada do sistema é o posto de saúde (atenção primária).

Para ter acesso, o paciente deve fazer um procedimento que é o “empadronamento” na prefeitura da cidade. Seria o cadastro do endereço onde ele reside. É um processo rápido e fácil.

Uma vez empadronado, o paciente vai ao posto de saúde e solicita uma consulta com o médico de família (aqui chamado “médico de cabeceira”), que o encaminhará a atenção secundária, ou seja a um hospital com cardiologia.

Então fica aí a dica e orientação para pacientes que estão se mudando para a Espanha.

Luciana Alves PhD e-Patiente Advisor | Blogger at e-Patient Brazil  | Member of Society for Participatory Medicine

Quer conhecer o trabalho do Dr. Arsonval? Acesse www.cardiogenetica.com.br

Padrão