Entrevista, Minha História, News

Rebeca del Castillo: usuária de marca-passo, entusiasta da vida, sonhadora e lutadora

Tenho a oportunidade de conhecer portadores de dispositivos médicos em várias redes sociais. Conheça Rebeca del Castillo Pérez @rbkdc, outra usuária de marca-passo incrível. Descubra quem é ela, o que ela faz, e sua percepção de como a sociedade vê sua condição de usuário de marca-passo no seu país, inspire-se!

Nome: Rebeca del Castillo Pérez
Idade: 33
Tipo de dispositivo médico: Marca-passo cardíaco
Primeiro implante (mês e ano): Janeiro de 1999
modalidades da atividade física:  Corrida, Natação, Ciclismo, Fitness, Yoga
Cidade/Estado/País: Santander, Cantabria, Espanha

rebeca-1Como sua vida costumava ser antes do implante?

Eu levava uma vida muito tranquila para a prática esportiva como tênis, natação, e caminhadas.

Se você estava praticando atividades físicas antes do implante, algo mudou depois disso?

Eu não me canso tanto, eu tenho uma maior resistência, o marca-passo mudou minha vida completamente.

Como o seu médico vê a prática de as suas atividades físicas?

Ele está feliz, ele disse que se não fosse por tudo o que eu faço eu não teria tão bom condicionamento físico, e até mesmo um coração tão forte como tenho agora, pois tenho cardiopatias congênitas e operei 7 vezes.

Como as pessoas em seu país veem em geral pessoas que usam um dispositivo médico cardíaco?

Geralmente as pessoas ficam surpreendidas por saber que uma pessoa tão jovem possa usar um marca-passo por tantos anos, eles entendem que seria mais normal em pessoas mais velhas, mas no meu caso, parece incrível que possa levar/ter a vida que eu levo, mas é mais uma questão de caráter e vontade de viver.

Você teve em algum momento de lidar com o preconceito como um usuário de marca-passo (pacemaker)?

Não, eu não tenho nenhuma informação sobre isso, eu tenho marca-passo desde os 16 anos, e agora estou com 33 anos. Sempre foi raro que uma pessoa jovem tivesse um  marca-passo e falasse de sua experiência.

Que tipo de mensagem para as pessoas que você quer espalhar com as suas postagens?

Eu gostaria de transmitir para as pessoas que têm doença cardíaca ou outra doença, que não percam a esperança e não ponham de lado seus sonhos. Isto pode custar-lhe um pouco mais de esforço e tempo, mas a vitória sempre chega aos que perseveram.

Padrão